A CIDADE

Matina - Bahia

HISTÓRIA

A palavra Matina que indica início manhã, parece não estar ligada ao nome do novo Município de Matina, nos tempos mais antigos. Chegando a década de 30 a porção territorial que, hoje, é Matina tinha o nome de Mata nome este que já existia desde o fim da década de 30, do século XIX. Tudo faz crer que, pela diminuição de madeira de porte e com o crescimento do desmatamento verificado na região, em vez de Mata pelo apoucamento da referida madeira, passava a se chamar Matinha. Embora se acha subsídio para o nome de Matina, com a interferência do farmacêutico Hermenegildo Cardoso de Castro.

Matina cidade teria surgido em terras das Vargens desmembradas em 1.002, por familiares dos Azevedos.

 

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Matas, pela lei municipal nº 41, de 14-01-1921, aprovada pela lei estadual 1501, de 01-08-1921, subordinado ao município de Riacho de Santana.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Matas, figura no município de Riacho de Santana.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pelo decreto estadual nº 11089, de 30-11-1938, o distrito de Matos (ex-Matas) tomou a denominação de Matina.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o distrito de Matina (ex-Matos), figura no município de Riacho de Santana.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1988.

Elevado á categoria de município com a denominação de Matina, pela lei estadual nº 4852, de 05-04-1989, desmembrado do município de Riacho de Santana. Sede no antigo distrito de Matina. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1990.

Em divisão territorial datada de 1995, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Alteração toponímica distrital

Matos (ex-Matas) para Matina, alterado pelo decreto estadual nº 11089, de 30-11-1938.

 

 

Fonte: Prefeitura Municipal